Fale conosco pelo WhatsApp

Cirurgia de pólipos uterinos

Procedimento é relativamente simples e indicado para casos específicos. Saiba quais são eles

Os pólipos uterinos, também chamados de pólipos endometriais, são como pequenos cistos / pequenas projeções na parede interna do útero (endométrio) que têm como principal sintoma o sangramento irregular e fora dos dias de menstruação ou na pós-menopausa.

Eles se formam devido ao crescimento excessivo de células do endométrio, em razão de alterações hormonais e influência genética. Porém, a causa dessas formações não é totalmente clara.

Na maior parte dos casos, eles não evoluem para outras doenças, mas é necessário que a mulher seja acompanhada regularmente pelo seu médico.

Principais sintomas dos pólipos uterinos

Logo que os pólipos surgem eles podem ser totalmente assintomáticos. Porém, quando apresentam sintomas, estes costumam ser, além do sangramento irregular:

  • Dificuldade para engravidar, perdas gestacionais ou infertilidade;
  • Perda de sangue durante as relações sexuais;
  • Cólicas e dores abdominais fortes;
  • Ciclo menstrual irregular.

Tratamento dos pólipos uterinos

O tratamento dependerá do tamanho do pólipo, da sua localização e dos sintomas apresentados, entre outros fatores. Em alguns casos, é suficiente apenas um acompanhamento clínico, com realização de exames seriados para avaliação do pólipo; em outros, pode haver indicação cirúrgica para retirada da lesão.

Cirurgia de pólipos uterinos

A cirurgia de pólipos uterinos é indicada pelo ginecologista em algumas situações:

– Quando os pólipos surgem várias vezes ou são identificados sinais de malignidade;

– Para mulheres em idade reprodutiva que apresentam sintomas como sangramento vaginal após o contato íntimo e entre cada menstruação;

– Para mulheres que estejam em idade reprodutiva e possuem desejo de engravidar. Nesses casos, é importante que a cirurgia de pólipos uterinos seja realizada antes que ocorra a implantação embrionária, porque os pólipos podem impedir a fixação do óvulo fecundado ou causar perdas gestacionais;

– Para mulheres que possuem pólipos endometriais pós-menopausa.

Como é feita a cirurgia de pólipos uterinos?

A cirurgia de pólipos uterinos, também conhecida como polipectomia, é um procedimento relativamente simples, realizado através de uma histeroscopia cirúrgica, com duração de cerca de uma hora, e deve ser feita em ambiente hospitalar, com anestesia (em alguns casos, pode ser realizada em consultório). O procedimento não exige nenhum cuidado pré-operatório, apenas que seja cumprido um jejum de oito horas.

Na cirurgia de pólipos uterinos não são necessárias incisões no abdômen, pois os instrumentos necessários para o procedimento são introduzidos por meio do canal vaginal e do colo do útero, entrando na cavidade uterina e retirando-se o pólipo.

A técnica consiste em introduzir um aparelho muito fino, chamado histeroscópio, na cavidade do útero. Este aparelho é uma espécie de tubo óptico com iluminação e câmera acopladas para a transmissão em alta resolução e iluminação adequada da região operada. Esses instrumentos ajudam o médico a acompanhar, em tempo real, o procedimento.

A imagem captada pelo histeroscópio é projetada na tela de um monitor utilizado pelo médico para melhor visualização do órgão e do tamanho e localização dos pólipos uterinos.

Localizado o pólipo, ele é então ressecado e, com uma pequena tesoura, dependendo de seu tamanho, é dividido em fragmentos e retirado. Estes fragmentos que foram retirados são encaminhados para um laboratório para que seja analisada e confirmada a benignidade dos pólipos.

A biópsia é um exame que avalia a presença de células cancerígenas ou outras doenças. É muito raro que um pólipo, um tipo de tumor benigno, se torne maligno. Porém, como ele é uma lesão em uma parte sensível do corpo, é importante que esse rastreamento sempre seja feito.

A cirurgia de pólipos uterinos não costuma ser dolorosa. No entanto, a mulher pode sentir algum desconforto. Se achar adequado, o médico pode prescrever um tipo de sedativo para ser tomado com antecedência.

Como é a recuperação da cirurgia de pólipos uterinos?

Por se tratar de um procedimento simples, é comum que a mulher receba alta após a cirurgia, no entanto, dependendo da sua idade, tamanho e quantidade de pólipos retirados, pode ser necessário que ela permaneça mais tempo no hospital.

A recuperação após a cirurgia de pólipos uterinos normalmente é rápida, mas o pós-operatório exige alguns cuidados, como:

  • Evitar ter contacto íntimo durante as primeiras seis semanas de recuperação;
  • Tomar banhos rápidos e não colocar água quente em contato com a região íntima;
  • Manter uma higiene íntima adequada – o ideal é lavar a região de três a quatro vezes por dia, com água fria e sabonete íntimo;
  • Trocar diariamente a calcinha e substituir o protetor diário de quatro a cinco vezes por dia.

Complicações da cirurgia de pólipos uterinos

Embora complicações após a cirurgia de retirada de pólipos sejam raras, podem ocorrer infecção e sangramentos internos ou externos com desmaio, dor e desconforto intensos, acompanhado de náuseas e vômitos.

Além disso, a mulher também pode apresentar, depois da cirurgia de pólipos uterinos, sintomas como febre, inchaço na barriga ou corrimento com cheiro desagradável. Na presença de alguns desses sinais, o recomendado é entrar em contato com o médico para que ele avalie a necessidade de alguma intervenção.

É preciso ressaltar que o pólipo pode voltar, embora seu reaparecimento seja pouco frequente. Geralmente, essa recidiva é mais comum em mulheres mais velhas, que já entraram na menopausa, obesas e com pressão alta.

Não existe uma maneira de prevenir o aparecimento dos pólipos uterinos. O único cuidado que a mulher pode ter é manter em dia suas consultas ginecológicas. Isso pode ajudar na prevenção de uma lesão ginecológica mais grave e permite o início do tratamento precoce, em casos de pólipos ou outras alterações.

 

Fontes:

Revista Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia

Febrasgo

Pronto para conhecer os tratamentos e serviços
inovadores oferecidos pela Mater Prime?

Agende uma consulta para avaliação com os nossos profissionais.

Calculadora do Período Fértil Calculadora do Período Fértil

Adicione os seus dados na calculadora de período fértil e descubra qual é o dia previsto de sua ovulação para programar sua gravidez ou se prevenir de uma gestação fora dos planos.