Como funciona o sistema reprodutor feminino?

Fale conosco pelo WhatsApp
Como funciona o sistema reprodutor feminino?

Aparelho é responsável pela reprodução humana e outras funções importantes no organismo feminino

O sistema reprodutor feminino tem várias funções, entre elas produzir gametas para possibilitar a gravidez. Conhecer bem as funções dos órgãos que compõem seu aparelho reprodutor é uma grande vantagem para as mulheres que têm o sonho de ser mãe, pois assim elas podem ter uma gestação tranquila e ficar atentas a qualquer tipo de problema que possa vir a aparecer.

Quando todos os órgãos do sistema reprodutor feminino estão em perfeito funcionamento, a fertilidade não é comprometida e tampouco a saúde. Neste artigo, conheça mais sobre essa parte importante do corpo da mulher.

Anatomia interna do sistema reprodutor feminino

Os órgãos internos do sistema reprodutor feminino são ovários, tubas uterinas, útero e vagina. Vamos entender mais sobre cada um deles.

  • Ovários: pequenas estruturas em formato oval, localizadas em cada lado do útero, responsáveis por produzir os hormônios sexuais femininos estrogênio e progesterona. Além disso, os ovários são as glândulas reprodutivas das mulheres, que produzem e desenvolvem os óvulos;
  • Tubas uterinas: anteriormente conhecidas como trompas de falópio, esses dois tubos, de 10cm aproximadamente, transportam os óvulos dos ovários até o útero;
  • Útero: o maior dos órgãos do sistema reprodutor feminino, por isso podemos dividi-lo em três partes: colo do útero, corpo do útero e fundo do útero. Ele tem o formato de uma pera e é o local onde ocorre a nidação e o desenvolvimento do feto;
  • Vagina: a vagina faz a ligação entre o colo do útero e a parte externa do sistema reprodutor feminino. Ela tem a função de receber o pênis durante a relação sexual, eliminar o fluxo menstrual e servir de passagem para o bebê nos partos normais.

Anatomia externa do sistema reprodutor feminino

A vulva é o nome da genitália externa feminina e é composta por:

  • Clitóris: localizado no encontro entre os grandes e pequenos lábios, região com várias terminações nervosas que proporciona prazer à mulher quando estimulado;
  • Pequenos lábios: região bastante vascularizada e sem pelos que delimitam a abertura da vagina e da uretra;
  • Grandes lábios: tem a função de envolver e proteger o restante da vulva contra bactérias e fungos;
  • Vestíbulo: região onde estão a abertura da vagina e da uretra.

 Funções do sistema reprodutor feminino

Além de permitir a reprodução humana, o sistema reprodutor feminino também é responsável pela produção de alguns hormônios importantes, como o estrogênio, produzido nos ovários. Esse hormônio tem várias funções importantes no organismo da mulher, além da reprodutiva, tais como:

  • Desenvolvimento das mamas;
  • Crescimento de pelos pubianos;
  • Estimular o desenvolvimento dos demais órgãos do sistema reprodutor feminino;
  • Distribuição da gordura corporal;
  • Tem papel importante na regulação do ciclo menstrual.

O aparelho reprodutor atua desde a produção dos gametas, proporcionando o local adequado para a fecundação, implantando o embrião e oferecendo todas as condições para que ele se desenvolva até o nascimento do bebê.

Problemas no sistema reprodutor feminino que podem levar à infertilidade

Como pudemos ver anteriormente, todos os componentes do sistema reprodutor feminino trabalham em harmonia para que a gravidez aconteça e seja bem-sucedida ao seu final. Se algum órgão não estiver cumprindo bem o seu papel, ele pode comprometer a fertilidade da mulher. Por essa razão, é importante ficar de olho em qualquer alteração em seu corpo e no ciclo menstrual, pois eles podem ser indícios de que existe algum problema.

Um dos mais comuns é a endometriose, uma condição que pode levar à infertilidade em casos mais graves. Ela é caracterizada pela presença do endométrio – tecido que reveste a parede interna do útero – em outros locais, como bexiga, intestino ou ovários. Outros fatores de infertilidade feminina são:

Muitas dessas condições possuem tratamento e podem ser controladas para possibilitar a gravidez. Em casos em que a dificuldade para engravidar persistir, os tratamentos de reprodução assistida podem ser uma alternativa. Para mais informações sobre o assunto, entre em contato e agende uma consulta com os especialistas da Mater Prime.

Fontes:

Mater Prime

Ministério da Saúde

Manual MSD

Agende sua consulta

Para agendar uma consulta, preencha o formulário abaixo com seus dados e nossa equipe retornará para confirmar o agendamento

Posts Recentes

Categorias

Realize o sonho de ter seu bebê em casa

Clínica

Desde 2012 ajudando pessoas a realizarem o sonho de gerar uma vida e formar uma família, a Mater Prime é uma clínica de reprodução humana que preza pelo atendimento humanizado e personalizado. Para isso, nosso espaço conta com uma estrutura completa e acolhedora, além de equipe especializada para tratar problemas de infertilidade.

Agende sua consulta

Instagram Dr. Rodrigo RosaYoutube Dr. Rodrigo Rosa x