Fale conosco pelo WhatsApp

Conheça os tratamentos realizados em uma clínica de reprodução humana

Conheça os tratamentos realizados em uma clínica de reprodução humana

Uma clínica de reprodução humana deve contar com profissionais especializados nessa área e com uma série de tratamentos que permitem que os casais possam ter filhos mesmo em situações adversas. O diagnóstico preciso da causa da infertilidade é o primeiro passo para dar início ao tratamento de fertilidade, porém muitas vezes não conseguimos identificar as causas em sua totalidade.

Conheça os tratamentos realizados em uma clínica de reprodução humana

Existem diversos tratamentos disponíveis nas clínicas de reprodução humana e, muitos deles, estão em constante aprimoramento com o objetivo de oferecer resultados mais satisfatórios aos pacientes. Com isso, conhecer quais as causas da infertilidade e qual a opção mais eficiente de tratamento é fundamental. Conheça tratamentos disponíveis na clínica de reprodução humana Mater Prime a seguir.

Quais tratamentos podem ser realizados em uma clínica de reprodução humana?

Deve-se lembrar inicialmente que apenas o médico especialista em reprodução humana poderá fazer a indicação de qual o melhor tratamento para o caso, considerando o desejo do casal e também as particularidades dos pacientes. Saiba no que consiste cada procedimento.

FIV

A Fertilização in Vitro (FIV) talvez seja a técnica mais conhecida entre os pacientes que desejam realizar um tratamento de fertilidade. A técnica tem início com a indução da ovulação da mulher com auxílio de medicamentos (principalmente injetáveis) e posterior coleta dos gametas femininos.  O parceiro também colhe o sêmen no mesmo dia da coleta dos óvulos.  O espermatozoide fecunda o óvulo em ambiente laboratorial e depois de formado, o embrião é implantado no útero da mulher.

O tratamento costuma ser eficaz, além de ser indicado para casos mais graves de infertilidade ou em casos de infertilidade de longa data e sem causa aparente.

Inseminação artificial

Nesse procedimento, considerado de baixa complexidade, a mulher passa pelo estímulo ovariano e, no dia da ovulação, o sêmen do parceiro é injetado diretamente na cavidade uterina com auxílio de um cateter. A técnica pode ser realizada no próprio consultório médico e a paciente é liberada no mesmo dia.

Coito programado

O coito programado também é uma técnica de baixa complexidade que consiste no acompanhamento do crescimento folicular por meio de ultrassonografias, que permitem identificar qual o melhor dia para a relação sexual do casal. As chances de sucesso são em torno de 15% em cada tentativa.

ICSI

A ICSI (injeção intracitoplasmática de espermatozoides) tem etapas semelhantes à FIV, com uma mudança fundamental na etapa de fecundação. Nesse procedimento, o espermatozoide saudável é escolhido microscopicamente e inserido no óvulo por meio de uma agulha de alta precisão. A técnica é indicada para homens com problemas mais graves de fertilidade e que teriam menor chances do que na FIV convencional.

Mini FIV

A Mini FIV consiste em um tratamento mais recente e acessível. Assim, a mulher passa por um processo de indução ovariana com menos hormônios. É indicada em geral para mulheres em idade mais avançada e que têm baixa reserva ovariana.

Reversão de laqueadura e vasectomia

Tanto a laqueadura quanto a vasectomia consistem em procedimentos de contracepção definitivos.  Entretanto, com o avanço da Medicina é possível revertê-los cirurgicamente para que os pacientes submetidos possam retomar a fertilidade e assim tentarem uma concepção natural quando desejarem.

Assisted-Hatching

O tratamento de assisted hatching consiste em etapas iniciais semelhantes à FIV, mas no momento da transferência do embrião fecundado para o útero é realizada a abertura da capa protetora do embrião, chamada de zona pelúcida, com objetivo de facilitar a implantação. Essa técnica é realizada em casos específicos e deve ser indicada pelo especialista em reprodução humana.

Ovorecepção e doação de útero

O programa de ovorecepção é voltado para pacientes que não possuem óvulos viáveis para fecundação e que precisam contar com óvulos doados para dar seguimento ao tratamento de fertilidade. Já a doação de útero é necessária em casos de tratamento para mulheres com útero inviável para uma gestação e para casais homoafetivos do sexo masculino.

Preservação da fertilidade

O tratamento de preservação da fertilidade tem sua indicação em diversas situações.

Pacientes jovens e com algum tipo de câncer, podem se beneficiar desse processo antes de serem submetidas a radioterapia ou quimioterapia.

Além disso, pacientes com idade próxima aos 35 anos e sem parceiro atual ou ainda, com desejo de postergar a maternidade por qualquer outra razão, também estão selecionadas para esse tratamento.

Procure uma clínica de reprodução humana para maiores informações.

Desde 2012 ajudando pessoas a realizarem o sonho de gerar uma vida e formar uma família, a Mater Prime é uma clínica de reprodução humana que preza pelo atendimento humanizado e personalizado. Para isso, nosso espaço conta com uma estrutura completa e acolhedora, além de equipe especializada para tratar problemas de infertilidade.

Posts Recentes

Categorias

Inscreva-se na nossa newsletter

Receba novidades e dicas