Fale conosco pelo WhatsApp

Doenças que Causam Infertilidade Masculina

Conheça as doenças que causam infertilidade masculina

Quanto antes diagnosticadas e tratadas as patologias, maiores as chances de o homem recuperar a fertilidade

De acordo com a Sociedade Americana de Medicina Reprodutiva (American Society for Reproductive Medicine – ASRM), a infertilidade é a incapacidade de obtenção de gestação após um ano de tentativas, sem uso de nenhum método anticoncepcional.

Atualmente, estima-se que o problema atinja de 10 a 15% dos casais em idade reprodutiva, independentemente de suas origens étnicas ou sociais. Em aproximadamente 30% dos casos, a infertilidade é causada apenas por fatores masculinos, enquanto em 20% têm causas masculinas e femininas combinadas.

Nesses casos, a avaliação e o tratamento do homem são fundamentais para que o casal possa realizar o sonho da gravidez.  O primeiro passo para identificar a infertilidade e suas causas inclui a realização de alguns exames, pois existem doenças masculinas que podem estar relacionadas à dificuldade de o casal engravidar.  Saiba mais a seguir.

Doenças que causam infertilidade masculina

Azoospermia

Azoospermia é a ausência de espermatozoides no sêmen – ejaculado. Pode ser considerada como obstrutiva e não obstrutiva. A forma não obstrutiva, que é a mais comum, pode ter como causa um fator congênito (anomalias na descida dos testículos e alterações genéticas) ou ser resultante de tratamentos e sequelas de doenças.

Pode ainda estar relacionada a alterações hormonais, traumatismos, inflamações nos testículos ou à exposição a medicações, radioterapia e quimioterapia.

A azoospermia não obstrutiva é considerada a mais severa, pois essa condição tem a ver principalmente com a produção de espermatozoides, dificultando a coleta de espécimes saudáveis e promissores em tratamentos para fertilização.

Já a azoospermia obstrutiva não compromete a produção de espermatozoides saudáveis e de boa qualidade, mas somente a sua liberação nos momentos de ejaculação. Ela ocorre porque a obstrução dos canais impede o transporte dos espermatozoides dos testículos até a uretra, impedindo a fertilização do óvulo.

Esse problema pode estar relacionado a inflamações ou traumatismos nos testículos, à inexistência congênita de canais ou pela supressão de canais em decorrência de cirurgias.

Varicocele

Entre as doenças que causam infertilidade masculina, a varicocele é uma das principais. Trata-se de uma dilatação anormal das veias dos testículos. A propensão para essa dilatação é normalmente congênita e ocorre, geralmente, após esforço físico. A dilatação prejudica o retorno venoso, com isso, a temperatura dos testículos, que geralmente está entre 2ºC e 4ºC abaixo da do resto do corpo, aumenta, o que pode levar a má qualidade e redução da produção dos espermatozoides.

Prostatite

É configurada pela infecção na próstata que obstrui as estruturas do sistema reprodutor masculino e impede a passagem do sêmen. A doença, normalmente causada por bactérias, pode surgir de repente ou permanecer dormente por meses, ou até mesmo anos sem causar sintomas.  É uma doença bastante comum – cerca de 50% dos homens terão um episódio em algum momento da vida. Porém, só a minoria dos casos leva à infertilidade permanente.

Alterações hormonais e produção inadequada de esperma

As alterações no funcionamento de órgãos relacionados à produção hormonal – como a hipófise, a tireoide, o hipotálamo e as glândulas suprarrenais, por exemplo – podem afetar a produção de esperma. Além disso, outros problemas, como a disfunção erétil e a ejaculação precoce, também podem ser a causa da infertilidade masculina.

Criptorquidia unilateral ou bilateral

É uma condição na qual um ou os dois testículos tiveram uma descida incompleta para a bolsa escrotal antes do nascimento do homem, ficando na região abdominal ou no canal inguinal. Apesar de poder ser corrigida com cirurgia, a criptorquidia diminui a concentração de espermatozoides e pode levar até à ausência deles no sêmen.

Câncer

Entre as doenças que causam infertilidade masculina, o câncer é uma delas, pois certos tumores podem interferir no funcionamento dos órgãos reprodutivos masculinos. Também há casos em que não é o câncer que causa a infertilidade, mas sim o tratamento da doença.

Infecções sexualmente transmissíveis – ISTs

Doenças como clamídia, tricomoníase, ureaplasma e gonorreia — todas enquadradas como ISTs, causam infecções no canal de ejaculação e podem comprometer a qualidade e quantidade dos espermatozoides.

Torção testicular

Isso acontece quando a mobilidade do testículo é aumentada devido à fraca fixação dos cordões que o sustentam na bolsa escrotal. Normalmente acontece na adolescência. Sem intervenção cirúrgica, pode levar à redução do fluxo sanguíneo (isquemia) e afetar a produção de espermatozoides.

A fertilidade pode ser recuperada quando as doenças que causam infertilidade masculina são adequadamente tratadas, quando possível. Com isso, espera-se que o casal possa produzir uma gravidez espontânea. Porém, aproximadamente 25% das causas de infertilidade masculina são chamadas de idiopáticas, ou seja, sem causa aparente, e não possuem tratamento específico.

Mas isso não significa deixar o sonho de formar uma família e ter um filho de lado. Existem procedimentos que podem ajudar o casal, como a inseminação intrauterina e a fertilização in vitro. Agende uma consulta com um dos especialistas em reprodução humana da Mater Prime e veja como identificar doenças que causam infertilidade masculina.

 Fontes:

Sociedade Brasileira de Urologia

American Society for Reproductive Medicine – ASRM

Clínica de Reprodução Humana – Mater Prime;

Dr. Rodrigo Rosa.

Desde 2012 ajudando pessoas a realizarem o sonho de gerar uma vida e formar uma família, a Mater Prime é uma clínica de reprodução humana que preza pelo atendimento humanizado e personalizado. Para isso, nosso espaço conta com uma estrutura completa e acolhedora, além de equipe especializada para tratar problemas de infertilidade.

Posts Recentes

Categorias

Inscreva-se na nossa newsletter

Receba novidades e dicas