Exame EMMA: Análise Genômica do Microbioma Endometrial

Fale conosco pelo WhatsApp

Teste analisa a presença de bactérias no endométrio, cujo desequilíbrio pode afetar a fertilidade

Durante um tratamento de reprodução humana, diversos exames são realizados para identificar possíveis causas de infertilidade — tanto antes do tratamento, quanto nos casos em que os primeiros ciclos não foram bem-sucedidos.

Uma das possíveis causas de insucesso em um tratamento de reprodução humana assistida como a fertilização in vitro (FIV) são as alterações no ambiente microbiano uterino, especialmente no endométrio. Para aumentar as chances de gestação, podem ser realizados testes como o exame EMMA (análise genômica do microbioma endometrial).

Quero saber mais sobre o Exame EMMA!

Agende uma consulta

O que é o Exame EMMA?

É a nomenclatura em sigla da análise genômica do microbioma endometrial, um teste realizado com o intuito de identificar e avaliar diversas informações que caracterizam o microbioma do endométrio.

O microbioma é formado, principalmente, por bactérias não patogênicas, isto é, que não causam doenças. De modo geral, podemos dizer que elas existem de forma natural e, muitas vezes, podem contribuir para o funcionamento adequado deste tecido e do útero como um todo. A presença de alterações e desequilíbrios no microbioma endometrial, entretanto, pode impactar a capacidade reprodutiva da mulher e o sucesso de tratamentos de reprodução humana assistida.

Por meio do exame EMMA, é possível traçar possíveis causas da infertilidade e outros problemas de saúde que estejam relacionados a alterações no ambiente microbiano deste tecido.

Qual a importância do exame EMMA?

A identificação das alterações no microbioma endometrial é muito importante para determinar possíveis tratamentos para restaurar seu equilíbrio e melhorar as chances de sucesso em técnicas de reprodução assistida como a fertilização in vitro.

Quando é indicado fazer o EMMA?

Pode ser indicado pelo médico especialista em reprodução humana a todas as mulheres que estejam tentando engravidar, principalmente quando se desconfia de alterações endometriais que estejam causando problemas para obter sucesso na gravidez.

Em alguns casos, o exame EMMA pode também ser indicado como um complemento ao exame ERA (endometrial receptivity array; em português: variedade de receptividade endometrial), um teste para avaliar a receptividade do endométrio ao embrião.

Quero marcar uma consulta com um especialista

Como é realizado o exame EMMA?

É realizado a partir da análise de amostras coletadas do endométrio, seguindo as seguintes etapas:

  • Coleta do material por meio de biópsia;
  • Extração do DNA;
  • Análise do material genético do microbioma endometrial;
  • Obtenção dos resultados.

Nos casos em que o exame EMMA é realizado em conjunto com o exame ERA, o mesmo material coletado em biópsia pode ser aproveitado nos dois testes.

É necessário preparo de endométrio para realizar o exame EMMA?

Depende. Em muitos casos, o exame EMMA pode ser realizado sem preparo endometrial, possibilitando que a coleta do material por biópsia seja feita entre o 15º e o 25º dias do ciclo menstrual.

No entanto, em alguns casos, pode ser necessário preparo do endométrio com medicamentos hormonais para estimular o desenvolvimento do tecido e possibilitar que a coleta do material seja realizada.

Quais resultados o exame EMMA pode apresentar?

Um dos principais resultados apresentados pelo exame EMMA é a porcentagem de bactérias presentes no ambiente microbiano endometrial. Essa quantidade pode estar ligada a alterações na capacidade reprodutiva da mulher ou ao insucesso de tratamentos como a FIV.

Como o exame EMMA pode aumentar as chances da FIV?

Uma vez que a técnica é capaz de identificar um fator de infertilidade, a realização do exame EMMA (principalmente quando feita em conjunto com outros testes, como o ERA e o ALICE), pode ser um meio de aumentar as chances de sucesso na fertilização in vitro.

Isso ocorre porque, uma vez que essas causas são identificadas, é possível traçar um caminho de tratamento que possibilite a eliminação dos fatores de infertilidade, de modo que as chances de sucesso da FIV sejam devidamente restauradas.

Para saber mais sobre o exame EMMA e outros testes importantes para a saúde endometrial, entre em contato com a Mater Prime e agende uma consulta com um de nossos especialistas.

Agende uma consulta com a Mater Prime!

Agende uma consulta

Blog

Confira as últimas novidades do mundo da Reprodução Humana

Youtube Dr. Rodrigo Rosa x