Fale conosco pelo WhatsApp

História da Fertilização in Vitro

História da Fertilização in Vitro

A década de 50 reservou grandes surpresas aos entusiastas da medicina. Foi nessa época que começaram os estudos sobre a reprodução humana assistida, ou seja, em laboratório, e quando foi desenvolvida a técnica, até hoje utilizada, chamada de Fertilização in Vitro. Enquanto a medicina celebrava os avanços e a possibilidade de gerar uma vida, religiosos travavam uma luta sobre ética e de quem era a responsabilidade a até o direito sobre a criação da vida.

História da Fertilização in Vitro

Independente de conceitos religiosos e discussões sobre ética, pode-se dizer que a Fertilização in Vitro, desenvolvida pelos médicos britânicos Patrick Steptoe e Robert Edwards, passou a ser aliada de casais inférteis, sendo que essa doença, hoje, atinge 80 milhões de homens e mulheres no mundo todo, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS).

A importância de tal descoberta é tamanha que, em 2010, Edwards recebeu o prêmio Nobel de Medicina e Fisiologia. Muitos criticaram a demora no reconhecimento do feito do médico, que até o ano da indicação e do prêmio, havia realizado o sonho de milhares de casais, sendo que ajudou no nascimento de 4 milhões de bebês.

A frase icônica de Edwards ‘A coisa mais importante na vida é ter um filho. Nada é mais especial do que uma criança’, ainda hoje ecoa como um mantra aos médicos especializados em reprodução humana, que da década de 1970 – quando o procedimento foi aprimorado e gerou a primeira gestação — até os dias atuais, têm aperfeiçoado a prática da Fertilização in Vitro.

O primeiro bebê de “proveta”

Popularmente chamado de bebê de proveta, a primeira criança concebida com apoio da técnica desenvolvida pelos médicos britânicos nasceu em 25 de julho de 1978 em Bristol, no interior da Inglaterra, no Hospital Geral de Oldham. Por nove anos Lesley Brown tentou engravidar de seu marido, porém sem sucesso.

Ao ser submetida a técnica, Lesley viu seu sonho se tornar realidade, tanto que Louise Brown, a primeira bebê de proveta nasceu saudável. O ceticismo de entidades religiosas e de uma sociedade extremamente conversadora, foi minimizado após a identificação que Louise era perfeitamente saudável e tinha as mesmas características de uma criança concebida pelo método tradicional.

Desde então, milhares de casais realizaram o sonho da maternidade e as clínicas de reprodução humana se pulverizaram em todo o mundo. Louise Brown completou 40 anos em julho de 2018. Assim como ela, milhares de outras crianças nasceram com a ajuda e o avanço da medicina.

Reprodução assistida no Brasil

No Brasil, a estimativa da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) é que de 2011 até 2017 a procura pela Fertilização in Vitro teve crescimento de 150%. O relatório sobre o procedimento foi divulgado em 2017 e a quantidade de pessoas que se submeteram ao tratamento de Fertilização in Vitro passou de mais de 13 mil para 33.790 no período.

O primeiro bebê de proveta nascido na América Latina foi brasileiro. Em 1984, em São José dos Pinhais, no Paraná, nasceu Anna Paula Caldeira. Sua mãe, que já havia tido cinco filhos e optou pela Laqueadura, decidiu engravidar de seu segundo marido. Para isso se submeteu ao tratamento em fase experimental com o médico Milton Nakamura. Em 2018, Anna Paula completou 34 anos e assim como Louise, nasceu saudável, cresceu sob os holofotes da imprensa, e ainda gera a curiosidade de milhares de pessoas.

O procedimento tem um valor financeiro, que para muitos, é elevado. Porém, além das clínicas de reprodução humana, o Sistema Único de Saúde oferece a Fertilização in Vitro de forma gratuita, sendo que cerca de nove hospitais contam com equipe especializada em reprodução assistida.

Desde 2012 ajudando pessoas a realizarem o sonho de gerar uma vida e formar uma família, a Mater Prime é uma clínica de reprodução humana que preza pelo atendimento humanizado e personalizado. Para isso, nosso espaço conta com uma estrutura completa e acolhedora, além de equipe especializada para tratar problemas de infertilidade.

Posts Recentes

Categorias

Inscreva-se na nossa newsletter

Receba novidades e dicas