Fale conosco pelo WhatsApp

O que é o teste ERA e como ele aumenta as chances da FIV?

Imagem ilustrativa de um útero

O teste ERA (Endometrial Receptivity Array) é uma avaliação molecular personalizada que se baseia na expressão dos genes e determina se o endométrio é receptivo na janela de implantação estabelecida. O exame ajuda a determinar o período ideal para transferir o embrião ao útero nos procedimentos de reprodução humana.

Imagem ilustrativa de um útero

Chamado de “janela de implantação”, esse período identificado pelo teste ERA aumenta consideravelmente as chances de sucesso da fertilização in vitro (FIV). Entenda mais sobre a realização do exame ERA e seu papel na FIV a seguir, com informações cedidas pelos especialistas em reprodução humana da Clínica Mater Prime.

Como é realizado o teste ERA?

Resumidamente, o exame ERA pode ser realizado das seguintes maneiras:

Preparo endometrial

Trata-se de um exame considerado mais prático e fácil por permitir um controle mais preciso da data correta para a biópsia do endométrio. O teste ERA com preparo endometrial tem início com a administração do hormônio estradiol assim que começa o período menstrual da paciente. O hormônio pode ser aplicado por via oral ou via transdérmica (adesivo ou gel), principalmente.

Depois de cerca de 10 dias é realizada a ultrassonografia transvaginal, que medirá a espessura endometrial. Se estiver acima de 7mm e trilaminar (composto de três camadas germinativas), deve-se iniciar a progesterona natural por via vaginal. Após completar 5 dias com o uso de estradiol e progesterona natural, é feita a biópsia endometrial que pode ser realizada no próprio consultório ou sob sedação.

Natural

Esse método é realizado durante o ciclo menstrual com ovulação espontânea, sem indução de hormônios para preparar o endométrio. Como é uma prática natural, o dia da biópsia dependerá muito do dia da ovulação, podendo ocorrer a qualquer momento.

A biópsia sem medicamento deve ser realizada 7 dias após o pico do hormônio luteinizante (LH), que é responsável pela ovulação. Para identificá-lo, a paciente deverá realizar um exame de sangue ou de urina para saber o dia do pico de LH.

Quais resultados o teste ERA pode apresentar?

Os resultados possíveis do exame ERA são:

  • Receptivo: quando a janela de implantação está de acordo com a data que a biópsia foi realizada;
  • Não receptivo: quando a janela de implantação é deslocada, estando o endométrio pré ou pós-receptivo.

Teste ERA

Quando o exame ERA é indicado?

O teste ERA é indicado nos seguintes casos:

  • Falha de implantação em ciclos anteriores;
  • Desejo da paciente.

Como o teste ERA pode aumentar as chances da FIV?

O teste ERA é um grande aliado da fertilização in vitro por permitir a avaliação da receptividade do endométrio antes de iniciar o procedimento. Além disso, por ser realizado em um sistema computadorizado o exame ERA tem uma alta sensibilidade (99,7%) e especificidade (88,5%), proporcionando resultados mais precisos para o especialista em reprodução assistida.

Dessa forma, mesmo quando o exame identifica um endométrio não receptivo, o especialista em reprodução humana pode personalizar a janela de implantação e aumentar as chances de sucesso na FIV.

O período da janela de implantação é fundamental durante a FIV porque a implantação do embrião e o desenvolvimento da gestação dependem da interação do embrião com o endométrio. A gravidez só acontece quando o embrião é de qualidade e tem capacidade de implantar o endométrio que, por sua vez, deve estar receptivo à implantação.

Geralmente, a janela de implantação dura algumas horas. Caso o embrião chegue ao endométrio antes ou depois desse período, a implantação não ocorre. Por conta disso, a implantação deve ser feita com cuidado e precisão para que a paciente tenha ainda mais chances de engravidar por meio da FIV.

O teste ERA (Endometrial Receptivity Array) deve ser indicado somente após a avaliação médica. Caso queira saber mais sobre o assunto, entre em contato e agende uma consulta com um dos especialistas em reprodução humana da Clínica Mater Prime.

Fontes

Clínica de Reprodução Humana Mater Prime;

National Center for Biotechnology Information — U.S. National Library of Medicine.

 

 

Desde 2012 ajudando pessoas a realizarem o sonho de gerar uma vida e formar uma família, a Mater Prime é uma clínica de reprodução humana que preza pelo atendimento humanizado e personalizado. Para isso, nosso espaço conta com uma estrutura completa e acolhedora, além de equipe especializada para tratar problemas de infertilidade.

Posts Recentes

Categorias

Inscreva-se na nossa newsletter

Receba novidades e dicas