Quais as diferenças do Parto Normal x Cesárea

Fale conosco pelo WhatsApp

A maternidade é o momento de muita felicidade, descobertas e dúvidas, em especial, às mães de primeira viagem. Além de todas as decisões a serem tomadas: obstetra, hospital, decoração do quarto, nome, a mais assustadora refere-se ao parto. Milhares de mulheres devem se perguntar sobre as diferenças do parto normal x cesárea.

Totalmente distintos, é importante salientar que essa decisão deve ser tomada entre a mulher, seu companheiro/a e pelo médico obstetra, uma vez que envolve mais que emoção, envolve também riscos. Mas afinal de contas, quais as diferenças de parto normal x cesárea?

quaisasdiferencasdopartonormalcesarea

O parto normal é feito via vaginal, sendo que o próprio organismo informa a hora do nascimento, ou seja, a mulher entra em trabalho de parto. Ele é feito em um hospital, acompanhado de uma equipe médica multidisciplinar — obstetra, enfermeiros, auxiliares e demais profissionais da área da saúde.

Já a cesárea é uma cirurgia, sendo que a maioria das vezes a mulher/casal pode escolher a data de nascimento do bebê, com base no tempo gestacional. Ele pode sim ser uma opção a essa futura mamãe, mas a sua recomendação é em casos comprovados de fatores de risco tanto à parturiente quanto ao bebê.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) indica que, o índice de cesarianas não deve ultrapassar 15% dos nascimentos de um país. Entretanto, no Brasil, esse indicador é superior a 52% e quando apurado entre a rede privada de saúde, essa taxa chega a 88%.

Tais dados têm relação direta com o medo da parturiente em relação a todo o processo do parto, em especial a casos de violência obstetrícia, em que medidas médicas são tomadas, sem o consentimento da mulher e até mesmo seu entendimento. Vale ressaltar que tais manobras ocorrem para evitar riscos ao bebê e a mãe.

Em contrapartida, situações como as mencionadas acima têm sido minimizadas com o protagonismo feminino e de técnicas de humanização do nascimento do bebê. O parto humanizado tem sido amplamente discutido e quando a gravidez não é de risco, pode ser escolhido pela mulher.  Como já mencionada, essa tomada de decisão envolve diversos fatores, sendo eles: a saúde e o bem-estar do bebê, doenças pré-existente ou que surgiram durante a gestação, o tamanho do bebê e demais situações.

Por isso que entender as diferenças entre o parto normal x cesárea são tão importantes, para que o parto seja motivo de celebração e não de frustração ou de riscos.

Diferenças do Parto Natural x Cesárea

O parto normal, como o nome já diz, ocorre de forma espontânea. A mulher entra em trabalho de parto e o bebê sai do útero pelo canal vaginal. Esse tipo de parto envolve o rompimento da bolsa, contrações, dilatação até que a mãe consiga fazer com que o bebê possa viver fora do ambiente uterino.

Os benefícios são tamanhos quando comparados ao desconforto. A dor das contrações e todo o esforço para o nascimento exige muito da mulher. Algumas, para minimizar as dores do parto, optam pela analgesia, porém àquelas que não tomam tal medicamento.

Por vezes são necessárias manobras para que o trabalho de parto não cause sofrimento para mãe nem ao bebê, logo a bolsa pode ser rompida de forma mecânica e pode ser administrado ocitocina para encurtar o trabalho de parto.  Vale enfatizar que o parto humanizado é uma realidade e a mulher pode optar por tal durante o pré-natal.

A cesárea é um parto cirúrgico, em que o obstetra retira o bebê do útero materno por meio de uma incisão na região pélvica. Esse tipo de parto é indicado para gestantes com alguma complicação clínica ou devido a algum problema com o bebê no útero materno. Ele pode ocorrer quando o trabalho de parto normal não ocorre dentro da normalidade, sendo uma medida para impedir o sofrimento da mãe e do bebê.

Em gravidez gemelar ele costuma ser indicado, tudo para evitar que a parturiente sofra, assim como os seus bebês. Ele torna-se a melhor opção nos seguintes casos: mãe HIV positiva, cordão umbilical enroscado no pescoço, quando a parturiente não apresenta dilatação, quando o bebê não se posiciona de forma correta para o nascimento, quando ele apresenta queda nos batimentos cardíacos durante o trabalho de parto e demais situações que coloquem a vida da parturiente e do bebê em risco eminente.

Parto Normal x Cesárea

Parto normal:

  • Recuperação rápida no pós-parto;
  • Minimização das dores após o nascimento do bebê;
  • Cicatriz apenas quando é necessária a episiotomia, que é o corte entre a vagina e o ânus para facilitar o nascimento;
  • Menor risco de prematuridade;
  • O leite materno nasce de forma mais rápida;
  • Minimização dos riscos do desenvolvimento de doenças respiratórias do bebê;
  • Dor e desconforto no trabalho de parto;
  • Trabalho de parto pode ser superior a 24 horas.

Parto cesárea:

  • O parto é agendado conforme a evolução gestacional, após a 38º semana;
  • Trabalho de parto mais curto e sem dor;
  • Recuperação mais lenta, pois é uma cirurgia;
  • Cicatriz tem tamanho razoável e requer cuidados;
  • Anestesia;
  • Muitas mulheres apresentam dores durante o pós-parto;
  • O leite materno demora um pouco mais para nascer, sendo esse tempo de até 72 horas;
  • Pode ter complicações para mamãe e bebê;
  • Aumenta as chances do desenvolvimento de doenças respiratórios no bebê.

É importante ressaltar que o entendimento das diferenças entre o parto normal x cesárea ajudam na tomada de decisão e a mulher pode se preparar para o nascimento do seu bebê ao longo de nove meses.

Entendeu algumas das peculiaridades do parto normal x cesárea? Lembre-se que o obstetra é a pessoa mais indicada para que todas as dúvidas sejam sanadas, procure uma clínica de reprodução humana. Não tenha vergonha de perguntar, pois assim como toda a gestação, o nascimento do bebê deve ser coberto de alegria e não de frustrações.

Links de referência:

Organização Mundial da Saúde e Ministério da Saúde

Pastoral da Criança

Minha Vida

Tua Saúde

Casa da Doula

BBC Brasil

Blog

Confira as últimas novidades do mundo da Reprodução Humana

Instagram Dr. Rodrigo RosaYoutube Dr. Rodrigo Rosa x