Alimentação durante a FIV: é possível aumentar a taxa de sucesso?

Fale conosco pelo WhatsApp

Entenda como a alimentação pode melhorar a fertilidade de homens e mulheres durante o tratamento de FIV

 A fertilidade humana é influenciada por diversos fatores e um dos principais é a alimentação. A prática de exercícios físicos e uma dieta balanceada são a base de um estilo de vida saudável. Uma alimentação adequada contribui para a melhora da função reprodutiva do organismo, o que significa melhor qualidade de óvulos e espermatozoides.

Do outro lado, a adoção de hábitos ruins – tabagismo, consumo excessivo de álcool e sedentarismo – aliados a condições como obesidade ou baixo peso podem trazer dificuldades para engravidar.

A fertilização in vitro (FIV) é a principal técnica de reprodução assistida para, porém, para a FIV ser bem-sucedida, precisa haver uma boa produção de óvulos e espermatozoides para gerar embriões de qualidade, assim como o endométrio precisa estar adequado e o organismo da mulher precisa reunir boas condições para favorecer a implantação do embrião e dar início à gestação.

Por isso, a alimentação durante a FIV pode ter influência nas taxas de sucesso do procedimento. Veja mais a seguir.

A alimentação pode auxiliar nas taxas de sucesso da FIV?

Como pudemos ver, a alimentação durante a FIV pode aumentar as chances de uma gravidez porque está relacionada diretamente à fertilidade de homens e mulheres.

Primeiramente, a mulher deve estar dentro do seu peso considerado ideal, pois tanto a obesidade como o baixo peso prejudicam a produção de hormônios e a ovulação.

Uma boa alimentação durante a FIV também garante a oferta de nutrientes necessários para o ciclo de amadurecimento dos óvulos. Nesse sentido, é recomendado consumir alimento ricos em vitaminas A, C, D, B6 e B12 e suplementação com ferro e ácido fólico.

Os homens também devem se preocupar com a alimentação durante a FIV, pois nutrientes como zinco, selênio e vitaminas C, D e E podem melhorar a qualidade dos espermatozoides.

Do mesmo modo que uma boa alimentação durante a FIV pode aumentar as chances de sucesso, é preciso evitar excessos de certos alimentos que prejudicam a fertilidade, tais como:

  • Biscoitos recheados, doces, massas (são ricos em farinha branca e açúcares refinados);
  • Embutidos (salame, mortadela, salsicha etc.)
  • Margarina, leite integral e macarrão instantâneo (são ricos em gorduras trans);
  • Café em excesso;
  • Produtos industrializados com muitos conservantes (ex: refrigerantes, comidas prontas congeladas)

Tipos de alimentos que auxiliam no processo reprodutivo

Para compor uma alimentação durante a FIV que auxilie o processo de implantação do embrião, assim como todas as outras etapas do procedimento, opte por uma dieta que contenha os seguintes tipos de alimentos:

Frutas cítricas

Frutas, como laranja, limão, tangerina, acerola, morango, kiwi e maracujá são fontes de vitamina C e atuam no combate aos radicais livres.

Castanhas e sementes (oleaginosas)

Alimentos como nozes, castanhas, amêndoas, e linhaça são ricos em ômega 3, vitaminas do complexo B e antioxidantes.

Peixes

O consumo de peixes pelo menos 2 vezes por semana é indicado como parte da alimentação durante a FIV porque são ricos em ômega 3, nutriente benéfico para homens e mulheres por melhorar a estabilidade das membranas celulares.

Alimentos com fontes de zinco

O zinco é um mineral essencial para o organismo e atua diretamente sobre os hormônios sexuais masculinos. Carnes, peixes, ostras e semente de abóbora são alguns exemplos de alimentos que contêm esse nutriente.

Alimentos ricos em compostos bioativos

Os compostos bioativos promovem diversos benefícios à saúde por atuarem como antioxidantes e combaterem o dano celular e diminuírem a inflamação do corpo. São encontrados em alimentos como tomate, pimentão, uva, cereja, castanhas e soja.

A busca pela gestação deve ser um estímulo à melhora dos hábitos de vida, mas ter uma alimentação saudável, peso adequado e adquirir o hábito de exercitar-se regularmente devem ser metas de saúde independentemente do contexto reprodutivo e devem ocorrer até mesmo antes da indicação de FIV.

Dada a importância da alimentação durante a FIV, as clínicas de reprodução humana devem oferecer um acompanhamento com um nutricionista para aumentar as chances de o tratamento ser bem-sucedido. A Mater Prime conta com um corpo clínico multidisciplinar para proporcionar um atendimento completo e humanizado, sempre prezando o bem-estar e conforto das nossas pacientes.

Entre em contato e agende uma consulta com a Mater Prime.

Fontes:

Sociedade Brasileira de Reprodução Humana

Mater Prime

Blog

Confira as últimas novidades do mundo da Reprodução Humana

Instagram Dr. Rodrigo RosaYoutube Dr. Rodrigo Rosa x