Fale conosco pelo WhatsApp
Varicocele

A varicocele é uma das principais causas de infertilidade masculina, mas que pode ser tratada para devolver a capacidade reprodutiva aos homens

A varicocele é a dilatação das veias do testículo e pode ser chamada também de varizes do testículo, pois a dilatação é muito semelhante com a que acontece nas pernas, as populares varizes. Essa é uma condição que afeta 15% da população masculina em todo o mundo, sendo uma das principais causas de infertilidade masculina que pode ser tratável.

A razão para a infertilidade é que a varicocele prejudica o fluxo sanguíneo no local e, consequentemente, a qualidade do sêmen produzido. Apesar disso, é importante ressaltar que a varicocele não causa distúrbios de potência sexual.

Quais são as causas da varicocele?

A varicocele acontece pelo mau funcionamento ou até mesmo pela ausência das válvulas presentes no interior das veias testiculares. O sangue que iria do testículo para o coração acaba retornando para a bolsa testicular, ocasionando o refluxo e dilatação nas veias. Essa má formação congênita pode ser causada por predisposição genética, uma vez que é comum os pais de um indivíduo com varicocele já terem apresentado a doença em algum momento de suas vidas, ainda que as causas não tenham sido totalmente esclarecidas.

Principais sintomas

A varicocele tem início na adolescência, no período da puberdade do homem, por volta dos 15 ou 16 anos, e é uma doença progressiva. Por essa razão, ela costuma ser assintomática, mas pode causar dor nos testículos em casos mais avançados e outros sintomas, como:

  • Veias dilatadas que podem ser sentidas;
  • Sensação de peso nos testículos;
  • Desconforto na região;
  • Falta de simetria entre os testículos (o testículo com varicocele fica menor por causa do menor fluxo sanguíneo).

Em caso de dores nos testículos, elas são mais comuns ao final do dia depois de a pessoa passar um longo período de pé, em dias mais quentes ou após a prática de exercícios físicos.

Como é realizado o diagnóstico?

O diagnóstico é bem simples, por meio do exame físico, no qual o homem fica em pé e o médico avalia os sinais de varicocele nos testículos. Se houver alguma dúvida, ainda podem ser solicitados exames de ultrassom escrotal ou espermograma para um diagnóstico mais preciso.

Como se trata de uma doença progressiva, o diagnóstico precoce é importantíssimo para tratar a varicocele de maneira mais efetiva. O autoexame, no qual o homem pode avaliar a presença de veias mais dilatadas e a diferença de tamanho entre os testículos, se torna ainda mais fundamental para não comprometer sua fertilidade caso queira ter filhos.

Varicocele e infertilidade masculina

A relação entre varicocele e infertilidade se dá pelo seguinte motivo: os espermatozoides necessitam de uma temperatura mais baixa para sobreviverem e estarem aptos à fecundação. Por isso, os testículos ficam posicionados do lado externo do corpo, local onde a temperatura é inferior à corporal, cerca de 2 °C menor. Quando as veias testiculares ficam dilatadas, elas perdem a função de resfriamento e ocorre o aumento da temperatura nos testículos.

A baixa oxigenação na região provocada pela dificuldade de circulação sanguínea é outro fator que interfere na capacidade reprodutiva masculina. Homens mais jovens que possuem varicocele, mas que ainda não foram diagnosticados, podem vir a ter filhos. Isso porque a doença se agrava com o passar da idade, comprometendo cada vez mais a capacidade reprodutiva do indivíduo.

Os números comprovam esse fato, já que a varicocele responde por 40% dos casos em homens com infertilidade primária, que nunca tiveram filhos. Já homens que tentam ter um segundo ou terceiro filho (infertilidade secundária), esse percentual sobe para 80% dos casos.

Como é realizado o tratamento?

O tratamento vai depender do tipo de varicocele, que varia conforme o grau de dilatação dos vasos testiculares. Em casos leves, o uso de suspensório escrotal durante atividades físicas e medicamentos via oral já amenizam os sintomas. Em casos de dilatação mais severa, quando há comprometimento da fertilidade masculina, a intervenção cirúrgica é a solução mais indicada.

A cirurgia para correção da varicocele é a varicocelectomia, realizada pela técnica microcirúrgica. Esse é um procedimento rápido, efetivo e o paciente pode receber alta no mesmo dia. Há uma boa probabilidade de o tratamento cirúrgico devolver a capacidade reprodutiva ao homem, mas, caso não seja possível, as técnicas de reprodução assistida podem ajudar na gravidez do casal.

 É possível prevenir a doença?

Infelizmente, não é possível prevenir o aparecimento da varicocele e a dilatação das veias do testículo, mas o diagnóstico precoce é fundamental para aumentar as chances de cura. A melhor forma de prevenção é visitar regularmente o urologista para verificar as condições de saúde com a realização de exames de rotina.

Se você tiver problemas para engravidar e quiser tirar suas dúvidas sobre a varicocele ou outras condições que podem afetar a fertilidade, entre em contato com a Mater Prime e agende uma consulta com nossos especialistas.

Fontes:

Mater Prime

Dr. Drauzio Varella

Portal da Urologia

Fatores de Infertilidade Masculina

Youtube Dr. Rodrigo Rosa x