Diferença entre gêmeos univitelinos e bivitelinos

Fale conosco pelo WhatsApp

Conheça as principais diferenças entre gêmeos univitelinos e bivitelinos, e qual a possibilidade de tê-los com tratamentos de reprodução humana

Gêmeos é o nome que se dá a dois irmãos que são gerados na mesma gravidez. A possibilidade de uma gravidez resultar em gêmeos depende de vários fatores, como idade da mulher, reserva ovariana e até mesmo fatores genéticos.

Uma das características que causam mais comoção a respeito de uma gestação de gêmeos é a possibilidade de duas crianças idênticas nascerem. No entanto, nem todos os gêmeos são idênticos, pois essa possibilidade depende da forma como eles foram gerados. Nesse sentido, existem duas classificações principais: gêmeos univitelinos e bivitelinos.

O que são gêmeos univitelinos?

A principal diferença entre os gêmeos univitelinos e bivitelinos está na forma como eles são gerados desde a fecundação. Os gêmeos univitelinos, como o nome sugere, são aqueles que crescem em um único zigoto, ou seja, a fecundação ocorreu com apenas um espermatozoide e um óvulo.

Durante as primeiras fases da multiplicação celular do zigoto, ele se divide em dois, num processo que, apesar de ser um fato, ainda não tem os motivos muito bem explicados pela Medicina. Após se dividirem, os embriões se implantam no útero e começam a se desenvolver de forma independente.

Os gêmeos univitelinos são os chamados gêmeos idênticos, sendo sempre do mesmo sexo. Essa característica ocorre porque, por terem se originado do mesmo zigoto, os gêmeos univitelinos compartilham o mesmo DNA.

O que são gêmeos bivitelinos?

Os gêmeos bivitelinos também são conhecidos como gêmeos fraternos, dizigóticos ou diferentes. Ao contrário dos gêmeos univitelinos, os bivitelinos são gerados a partir de dois zigotos diferentes, ou seja, dois espermatozoides diferentes fecundam dois óvulos diferentes. Os embriões, por sua vez, se implantam e se desenvolvem independentemente.

Essa é a principal diferença entre os gêmeos univitelinos e bivitelinos, embora ainda haja a possibilidade de gêmeos bivitelinos serem de sexos diferentes, já que o compartilhamento de DNA entre eles é semelhante ao de dois irmãos que nascem em gestações distintas.

Outra característica importante que diferencia os gêmeos univitelinos e bivitelinos é que a gestação bivitelina já se inicia de forma diferente de uma gestação monozigótica, uma vez que dois óvulos são liberados durante o ciclo e estão disponíveis para serem fertilizados. Também é possível que a gestação de gêmeos bivitelinos ocorra por causa de predisposição genética na família materna.

Como ter filhos gêmeos a partir de tratamentos de reprodução humana?

Por meio de tratamentos de Reprodução Humana, é possível engravidar de gêmeos univitelinos e bivitelinos, embora nem sempre seja possível prever que esse tipo de gravidez venha a acontecer. No entanto, muitos casais procuram atendimento com especialistas em Reprodução Humana com esse desejo.

Dados da Rede Latinoamericana de Reprodução Assistida (RedLara) estimam que pelo menos um terço das gestações originadas em tratamentos de Reprodução Humana Assistida podem ser de gêmeos univitelinos e bivitelinos.

Isso pode ocorrer por diversos fatores, como o fato de que muitos tratamentos são realizados com estimulação ovariana, que fazem os ovários liberarem mais óvulos em um único ciclo menstrual.

Os principais tratamentos de Reprodução Humana Assistida que podem resultar em gravidezes de gêmeos são:

As chances de conseguir uma gravidez de gêmeos nesses tratamentos pode ser um pouco maior que de forma natural, mas ainda depende de alguns fatores, como a idade da mulher, a qualidade dos gametas e o sucesso da implantação dos embriões. Por isso, é importante que a paciente tenha em mente as possibilidades reais de engravidar de gêmeos univitelinos e bivitelinos com tratamento de Reprodução Assistida.

Entre em contato com a Mater Prime e agende uma consulta com um de nossos especialistas.

Fontes:

Sociedade Brasileira de Reprodução Assistida – SBRA

Rede Latinoamericana de Reprodução Assistida – RedLara

Mater Prime

Blog

Confira as últimas novidades do mundo da Reprodução Humana

Instagram Dr. Rodrigo RosaYoutube Dr. Rodrigo Rosa x