Morfologia embrionária: entenda sua importância

Fale conosco pelo WhatsApp

Analisar as características morfológicas do embrião pode ajudar mulheres que enfrentam dificuldades em conceber ou até mesmo que apresentam episódios de abortos recorrentes

A morfologia embrionária é um aspecto importante que permite a avaliação da qualidade dos embriões antes da transferência para o útero. Embriões com boa morfologia têm maior probabilidade de implantar com sucesso e resultar em uma gravidez saudável. Essa análise auxilia na seleção dos embriões com maior potencial de sucesso, aumentando as chances de gravidez.

O que é morfologia embrionária?

A morfologia embrionária é o estudo e a descrição das características físicas e estruturais do embrião. Isso inclui a observação e a análise das diferentes partes do embrião, como sua forma geral, tamanho, número e disposição das células, bem como a presença de estruturas específicas que indicam seu estágio de desenvolvimento.

A avaliação da morfologia embrionária é importante em áreas como reprodução assistida e embriologia, já que fornece informações sobre a viabilidade e a capacidade do embrião.

Qual a importância da morfologia embrionária?

A morfologia embrionária é importante por vários motivos. Primeiramente, ela permite determinar a viabilidade do embrião, ajudando a prever sua capacidade de se desenvolver e resultar em uma gravidez saudável. Além disso, é essencial na seleção dos embriões mais adequados para transferência em procedimentos de fertilização in vitro (FIV) e transferência de embriões, aumentando as chances de sucesso desses tratamentos.

Na pesquisa científica, a morfologia embrionária ajuda a esclarecer processos de desenvolvimento embrionário e as causas de condições adversas relacionadas ao desenvolvimento.

Por fim, o estudo detalhado da morfologia embrionária contribui para o aprimoramento das técnicas de reprodução assistida, melhorando os resultados clínicos obtidos.

Como se avalia a morfologia embrionária?

A avaliação da morfologia embrionária se dá da seguinte maneira:

Taxa de fragmentação

Durante a avaliação da morfologia embrionária, a taxa de fragmentação é um dos principais aspectos observados. Essa taxa se refere à quantidade de material celular fragmentado presente no embrião. Embriões saudáveis geralmente têm baixa taxa de fragmentação, enquanto taxas mais elevadas podem indicar danos celulares ou problemas no desenvolvimento.

Características esperadas durante os dias de desenvolvimento embrionário

As principais características esperadas durante os dias de desenvolvimento embrionário também devem ser avaliadas. São elas:

  • Divisão celular: o embrião passa por múltiplas divisões celulares, aumentando o número de células em um processo chamado clivagem;
  • Compactação celular: as células do embrião se organizam mais firmemente, formando uma estrutura compacta conhecida como mórula;
  • Formação do blastocisto: o embrião se transforma em uma estrutura chamada blastocisto, que consiste em duas partes distintas, sendo o trofoblasto, que dá origem à placenta, e a massa celular interna, que se tornará o feto;
  • Cavitação: durante a formação do blastocisto, ocorre a cavitação, onde uma cavidade fluida se desenvolve no interior do embrião;
  • Desenvolvimento dos tecidos embrionários: os tecidos embrionários, como ectoderma, mesoderma e endoderma, começam a se diferenciar e a se organizar em estruturas mais complexas;
  • Implantação: o blastocisto se fixa e se implanta no revestimento do útero, se preparando para a continuação da gravidez.

É possível engravidar com um embrião de baixa morfologia?

Sim, é possível engravidar com um embrião de baixa morfologia, embora as chances de sucesso sejam menores. A qualidade morfológica do embrião está relacionada à sua capacidade de se desenvolver adequadamente e implantar no revestimento do útero. Embriões de baixa morfologia podem ter uma taxa reduzida de implantação ou maior risco de aborto espontâneo.

O sucesso da gravidez depende de vários fatores, como a saúde do útero da receptora, a qualidade do revestimento uterino, a capacidade do embrião de se desenvolver após a transferência e outros aspectos relacionados ao processo reprodutivo.

Entre em contato e agende uma consulta com a Mater Prime.

Fontes:

Sociedade Brasileira de Reprodução Assistida

Mater Prime

Blog

Confira as últimas novidades do mundo da Reprodução Humana

Instagram Dr. Rodrigo RosaYoutube Dr. Rodrigo Rosa x