Fale conosco pelo WhatsApp

Quais os primeiros sintomas de gravidez?

Mulher sentada na cama e com as mãos na barriga e na boca

Os sintomas de gravidez podem começar a aparecer logo nas primeiras semanas de gestação, mas são sutis e variam entre uma gestante e outra. Conheça quais são eles a seguir!

Saber identificar os sintomas de gravidez auxilia em uma confirmação precoce da gestação, permitindo que a paciente inicie o pré-natal já nas primeiras semanas.

Apesar disso, os primeiros sintomas de gravidez são facilmente confundidos com outros períodos, como o pré-menstrual, sendo importante distinguir os sinais e, principalmente, buscar auxílio especializado para um exame laboratorial comprovatório.

8 sintomas de gravidez

Existem diversos sinais que podem ser associados ao início da gravidez e podem auxiliar no diagnóstico. Entre eles destacam-se:

  1. Atraso menstrual: um dos primeiros sintomas de gravidez é o atraso menstrual, sendo mais facilmente identificado em caso de mulheres com ciclos regulares.
  2. Sangramento: algumas mulheres — nem todas — apresentam um leve sangramento de cor que varia entre o rosado e marrom que ocorre no início da gestação e dura cerca de um a dois dias como consequência da nidação, processo de fixação do embrião na parede do útero;
  3. Cólica e inchaço abdominal: a mulher pode apresentar cólicas de intensidade entre fraca e média e inchaço/distensão abdominal;
  4. Sono excessivo: as mudanças hormonais podem levar à gestante a apresentar cansaço frequente e sono excessivo. Essa sensação pode permanecer a gestação toda, sendo mais evidente nos primeiros três meses de gestação.
  5. Sensibilidade nos seios: já no início da gestação a mulher também pode observar mudanças nas mamas, incluindo maior sensibilidade e crescimento das mamas devido ao desenvolvimento das glândulas mamárias que estão crescendo para viabilizar a amamentação. Algumas gestantes ainda observam o escurecimento da aréola logo nas primeiras semanas.
  6. Aversão a cheiros: as mudanças hormonais do início da gestação podem tornar a mulher mais sensível a cheiros fortes, causando inclusive náuseas e vômitos em decorrência de alguns odores. O paladar também pode ficar alterado nesse processo;
  7. Mudanças de humor: no início da gravidez as mulheres passam por intensas alterações hormonais que podem resultar no desequilíbrio dos níveis de neurotransmissores, o que pode provocar alterações repentinas de humor sem motivação aparente;
  8. Enjoos e vômitos: os tão falados enjoos e vômitos realmente acontecem, mas são mais comuns nas primeiras 12 semanas de gestação, podendo continuar durante toda a gravidez.

Alguns sintomas, como aversão a odores, sono excessivo e náuseas, são considerados de presunção, pois podem ocorrer em outras situações, sendo difícil associá-los diretamente a gravidez.

Quando é que aparecem os primeiros sintomas de gravidez?

Os primeiros sintomas de gravidez podem ter início já na primeira semana de gestação e incluem o sangramento da nidação, que não apresenta odor ou coceira, cólica e um leve inchaço abdominal.

Durante os primeiros cinco a sete dias de gestação, o que está ocorrendo no organismo da mulher é justamente o processo de nidação. Inicialmente, ocorre a fecundação entre óvulo e espermatozoide na Trompa de Falópio. Em seguida, o embrião fecundado desce à cavidade uterina.

A nidação consiste no processo no qual o embrião vai fixar na mucosa do endométrio, parede que reveste a parte interna do útero, podendo causar uma leve descamação que resultará o sangramento observado. No entanto, nem todas as mulheres apresentam esse sintoma de gravidez.

Esse processo de implantação embrionária ocorre tanto em gestações ocorridas de forma natural como naquelas decorrentes de tratamentos de reprodução humana.

As mudanças no corpo da gestante no início da gravidez são muito sutis e variam enormemente de uma mulher para outra de forma que nem sempre ocorrem os sinais considerados frequentes da gestação, como inchaço abdominal, sensibilidade a odores, variações de humor, náuseas e vômitos.

No entanto, caso identifique esses sintomas de gravidez, especialmente se associados ao atraso menstrual, a recomendação é realizar um exame de gravidez para confirmação. Quer saber mais? Confira aqui a influência do pré-natal na saúde materna!

Fontes:

Clínica de Reprodução Humana Mater Prime

Ministério da Saúde;

Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia (FEBRASGO).

Desde 2012 ajudando pessoas a realizarem o sonho de gerar uma vida e formar uma família, a Mater Prime é uma clínica de reprodução humana que preza pelo atendimento humanizado e personalizado. Para isso, nosso espaço conta com uma estrutura completa e acolhedora, além de equipe especializada para tratar problemas de infertilidade.

Posts Recentes

Categorias

Inscreva-se na nossa newsletter

Receba novidades e dicas