Fale conosco pelo WhatsApp

Vasectomia tem reversão?

Vasectomia tem sucesso: ilustração do procedimento

É comum que casais procurem uma clínica de reprodução assistida quando o parceiro é vasectomizado. Além de verificar se a vasectomia tem reversão, esse público procura por outras opções para conseguir engravidar, como os tratamentos de reprodução humana assistida.

Vasectomia tem sucesso: ilustração do procedimento

A vasectomia tem reversão, entretanto, é necessário avaliação criteriosa do homem, uma vez que com o passar dos anos, a cirurgia para reverter tende a ter menores chances de sucesso.

Para ajudar os casais que estão se questionando se a vasectomia tem reversão, os especialistas em reprodução humana da Mater Prime elencaram as principais dúvidas sobre o tema. Confira!

A vasectomia tem reversão?

A resposta a esse questionamento é: sim. Para isso, é necessário que esse homem procure por um urologista e faça todos os exames pré-cirúrgicos.

A vasectomia é o método cirúrgico definitivo de contracepção masculina. A técnica faz uma incisão e liga os ductos deferentes do homem, sendo esse canal o responsável pelo transporte dos espermatozoides do epidídimo, localizado na parte superior dos testículos até a uretra, impedindo que os gametas cheguem ao sêmen.

O homem não sofre alterações na ejaculação, sendo a modificação apenas no transporte dos espermatozoides. As chances de um homem vasectomizado engravidar a sua parceira são mínimas, e ocorre apenas quando a ligação dos ductos se regenera naturalmente e permite a passagem dos espermatozoides. A condição é rara e em apenas 1% dos homens que foram submetidos a metodologia pode ocorrer tal situação.

Como fazer a reversão da vasectomia?

Como mencionado anteriormente, a vasectomia tem reversão e a técnica é de alta complexidade. É necessária uma cirurgia para que se religue os ductos deferentes que foram cortados e fechados, reconstruindo esse canal e permitindo que os espermatozoides cheguem até a uretra e sejam expelidos juntos ao sêmen. O procedimento é feito com auxílio de um microscópio.

Geralmente, a técnica para reverter a vasectomia é feita por meio de uma microcirurgia e tem boa resposta. Mas é o cirurgião quem determinará a metodologia que melhor trará o resultado almejado por esse paciente.

Para saber se o procedimento resultou no esperado, o homem deve fazer o espermograma após dois a três meses da cirurgia de reversão da vasectomia. Caso o resultado deste exame não seja satisfatório, o casal deve procurar formas alternativas com o auxílio da reprodução humana assistida.

Chances de sucesso na reversão da vasectomia

O tempo é fator determinante para que a vasectomia tenha reversão. Estima-se que a chance de sucesso neste processo de anastomose é maior quando a cirurgia foi feita recentemente. Exemplificando, se a vasectomia foi feita há cerca de três anos, a chance de normalização do potencial fértil do homem ser retomado é de 76%.

Até oito anos após o procedimento, por mais que se saiba que a vasectomia tem reversão, a retomada do potencial fértil desse homem cai para 53%. Após 10 anos, esse potencial cai para 31%.

Logo, é importante que esse homem, assim que tenha o desejo de ter mais filhos seja despertado, verifique como fazer a reversão da vasectomia e que isso ocorra da forma mais rápida possível.

Vasectomia tem reversão: homem com a mão em região íntima

Vasectomia tem reversão, mas e se não der certo?

Como mencionado, a vasectomia é reversível, mas a restauração da fertilidade dependerá de inúmeros fatores.
Independentemente do resultado do espermograma, é importante ressaltar que os tratamentos de reprodução humana evoluíram muito e existem formas de fazer a coleta de espermatozoides por meio de punção. Dois protocolos distintos ajudam nesse processo, sendo eles:

• TESA;
• PESA.

Os procedimentos referem-se à aspiração de espermatozoides diretamente do testículo (TESA) ou dos epidídimos (PESA). O material biológico coletado por uma dessas metodologias é analisado em laboratório, sendo feito o tratamento de reprodução humana assistida de Fertilização in Vitro.

A mulher terá os óvulos coletados após tratamento de indução através de hormônios e para que ocorra a fecundação, todo o processo será feito em laboratório por um embriologista.

Como explicado ao longo desse conteúdo, a vasectomia tem reversão e deve ser uma das tentativas de tratamento de um casal que pretende ter filhos. O acompanhamento junto a especialistas nessa hora — urologista para os homens e ginecologista para mulheres — se faz necessário.

Só esses médicos serão capazes de identificar o protocolo de tratamento para cada caso, considerando o quadro clínico do casal. Caso ainda tenham restado dúvidas se a vasectomia tem reversão, agende uma consulta com um dos especialistas em reprodução humana assistida da Mater Prime.

Fontes:

Ministério da Saúde;

Sociedade Brasileira de Urologia;

Clínica Mater Prime.

Desde 2012 ajudando pessoas a realizarem o sonho de gerar uma vida e formar uma família, a Mater Prime é uma clínica de reprodução humana que preza pelo atendimento humanizado e personalizado. Para isso, nosso espaço conta com uma estrutura completa e acolhedora, além de equipe especializada para tratar problemas de infertilidade.

Posts Recentes

Categorias

Inscreva-se na nossa newsletter

Receba novidades e dicas