Beta HCG quantitativo e qualitativo qual a diferença?

Fale conosco pelo WhatsApp
Beta HCG quantitativo e qualitativo qual a diferença?

De um lado a confirmação da gravidez, do outro o acompanhamento dela. Entenda as diferenças entre o beta HCG quantitativo e qualitativo e a importância do exame.

A menstruação atrasou e surgiu a dúvida de uma possível gravidez? O exame de farmácia é o primeiro que vem à mente, porém não é a única forma de confirmar uma gravidez. O teste Beta HCG é outra maneira de saber se uma mulher está grávida ou não e se apresenta como beta HCG quantitativo e qualitativo.

Você sabe a diferença entre os dois tipos e o que realmente esses exames analisam? Vamos falar mais sobre isso ao longo do artigo, confira.

O que é o beta HCG?

HCG é a sigla para gonadotrofina coriônica humana, um hormônio produzido pela placenta durante o período de gravidez. Ele desempenha um papel fundamental na detecção da gravidez e no desenvolvimento saudável do embrião. O exame, beta HCG quantitativo e qualitativo, que analisa este hormônio é frequentemente utilizado para confirmar a gravidez.

Essa escolha se dá porque os níveis de HCG aumentam rapidamente nas primeiras semanas após a concepção. Valores anormais de beta HCG podem indicar complicações, como gestação ectópica ou aborto espontâneo. Portanto, o teste de beta HCG desempenha um papel crucial no diagnóstico e acompanhamento da gravidez.

Diferença entre beta HCG quantitativo e qualitativo

Agora que já sabemos o que é o exame, entender a diferença entre beta HCG quantitativo e qualitativo também é primordial. Como seus nomes já dizem, um mostra a quantidade de hormônio encontrado no sangue da paciente, enquanto o outro confirma se a mulher está grávida ou não.

Beta HCG quantitativo

O teste de beta HCG quantitativo mede a quantidade exata do hormônio na corrente sanguínea ao fornecer um valor que indica a concentração do hormônio presente. Em suma, o exame quantitativo é mais sensível e pode detectar níveis muito baixos de beta HCG.

Dessa forma, ele se faz útil para diagnosticar gestações precoces, monitorar a progressão da gravidez e avaliar a eficácia do tratamento em casos de gravidez ectópica ou molar. Os resultados do teste quantitativo são expressos em mIU/mL (milésimos de unidades internacionais por mililitro). Grosso modo, acaba sendo um exame beta HCG quantitativo e qualitativo ao mesmo tempo.

Beta HCG qualitativo

Este exame é mais frequente e é especialmente comum em testes de gravidez de farmácia, que fazem uso da urina para confirmar uma gravidez. Por não informar a quantidade do hormônio no sangue, não é recomendado para acompanhamento da gravidez.

Também pode ser feito em laboratórios, através de exames de sangue. Em resultados abaixo de 5 mlU/mL, o resultado é negativo. Entre 5 e 25 mlU/ml, o resultado é indefinido. Já caso o valor ultrapasse os 25 mlU/ml, o resultado é positivo e indica gravidez.

Quando fazer o exame beta HCG?

Existem alguns momentos para fazer o exame beta HCG quantitativo e qualitativo (ou apenas um dos dois), como:

  • Atraso menstrual: o exame pode ser realizado antes mesmo do atraso menstrual, porém tem resultados melhores após ele. Por isso, é recomendado que seja realizado após 1 dia de atraso.
  • Ciclos irregulares: se a mulher não contar com um ciclo regular, o ideal é realizar o exame a partir do 7º e 10º dia após a provável concepção.

Beta HCG nos tratamentos de reprodução humana

Outro momento em que o teste de beta HCG quantitativo e qualitativo se faz necessário é na reprodução humana assistida. Mulheres que passaram por tratamentos como fertilização in vitro (FIV) e inseminação artificial podem fazer o teste de beta HCG para confirmar se ocorreu a implantação do embrião e se a gravidez foi estabelecida. O exame também auxilia a identificar informações como:

  • Gravidez precoce: se houver suspeita de gravidez muito recente, o teste de beta HCG pode ser realizado para detectar níveis baixos do hormônio, que podem ser indicativos de uma gestação em estágio inicial;
  • Monitoramento da gravidez: o exame de beta HCG qualitativo pode ser solicitado periodicamente durante a gravidez para acompanhar a evolução dos níveis do hormônio. Isso pode ajudar a verificar se a gravidez está progredindo normalmente;
  • Avaliação de complicações: o teste de beta HCG qualitativo também pode ser usado para avaliar a possibilidade de complicações, como gestação ectópica (quando o embrião se implanta fora do útero) ou gestação molar (quando há um crescimento anormal do tecido placentário).

Beta HCG após transferência embrionária

O período a aguardar para realização do exame após a transferência embrionária pode variar de acordo com o protocolo seguido pela clínica de reprodução assistida. Normalmente, a partir e 9 dias, para que haja tempo suficiente para a implantação do embrião no útero e a produção de beta HCG.

Embora a produção do hormônio possa variar de mulher para mulher, existe uma referência geral sobre a variação dos níveis hormonais, em relação aos dias após a transferência. Confira:

  • Dias 1 a 4 pós-transferência: nesse estágio inicial, ainda não há produção significativa de beta HCG pelo embrião. Os níveis podem ser baixos ou até indetectáveis;
  • Dias 5 a 8 após transferência: durante esse período, o embrião geralmente se implanta no útero e começa a produzir beta HCG. Os níveis podem começar a aumentar gradualmente, mas ainda podem ser relativamente baixos;
  • Dias 9 a 11 após transferência: nessa fase, espera-se que os níveis de beta HCG aumentem de forma mais significativa. Em geral, eles começam a dobrar a cada 48 a 72 horas, indicando uma progressão normal da gravidez;

Para saber mais sobre Beta HCG quantitativo e qualitativo e outros assuntos, entre em contato com a Mater Prime e agende uma consulta com um de nossos especialistas.

Fontes:

Clínica de Reprodução Humana Mater Prime

Conselho Federal de Medicina (CFM)

Sociedade Brasileira de Reprodução Assistida (SBRA)

Ministério da Saúde

Agende sua consulta

Para agendar uma consulta, preencha o formulário abaixo com seus dados e nossa equipe retornará para confirmar o agendamento

Posts Recentes

Categorias

Realize o sonho de ter seu bebê em casa

Clínica

Desde 2012 ajudando pessoas a realizarem o sonho de gerar uma vida e formar uma família, a Mater Prime é uma clínica de reprodução humana que preza pelo atendimento humanizado e personalizado. Para isso, nosso espaço conta com uma estrutura completa e acolhedora, além de equipe especializada para tratar problemas de infertilidade.

Agende sua consulta

Instagram Dr. Rodrigo RosaYoutube Dr. Rodrigo Rosa x