Fale conosco pelo WhatsApp

Chances de sucesso na Fertilização in Vitro

Realização de fertilização in vitro em laboratório

A fertilização in vitro (FIV) é um dos tratamentos de reprodução humana indicados para casos de infertilidade conjugal. Embora o método seja bastante eficiente, é importante que o casal esteja ciente que nem sempre é possível obter sucesso logo na primeira tentativa, uma vez que existem alguns fatores que podem influenciar diretamente nas chances de concepção.

Realização de fertilização in vitro em laboratório
Imagem: Shutterstock

A porcentagem de sucesso da fertilização in vitro varia entre 45% e 60%, sendo que esta taxa depende basicamente de 3 fatores: idade da mulher que será submetida ao procedimento, qualidade do embrião produzido (que, por sua vez, depende da qualidade do óvulo e do espermatozoide) e a receptividade do endométrio da mulher.

Como é realizada a fertilização in vitro?

Para a realização da FIV, a produção ovariana é estimulada por meio de medicamentos injetáveis ou orais. O objetivo é produzir diversos folículos, que serão aspirados via ultrassonografia transvaginal para a captação dos óvulos que receberão o espermatozoide. O embrião gerado é, posteriormente, colocado no útero da mulher. Todo esse procedimento dura, em média, 25 dias.

A fertilização in vitro é um procedimento indicado para situações em que um casal apresenta dificuldade para engravidar naturalmente — seja por infertilidade causada por fatores masculinos, femininos ou uma combinação deles. Algumas das principais situações nas quais este tratamento é indicado são:

  • Endometriose;
  • Distúrbios da ovulação;
  • Baixa contagem de espermatozoides;
  • Ausência ou bloqueio (total ou parcial) das trompas;
  • Falência ovariana;
  • Problemas de morfologia ou motilidade nos espermatozoides;
  • Fracasso anterior em tratamentos de baixa complexidade.

Principais motivos que levam à falha na FIV

A fertilização in vitro é um tratamento que pode beneficiar casais com diferentes diagnósticos de infertilidade, mas seu sucesso é afetado por fatores que podem reduzir as chances de concepção. A idade da mulher é um dos aspectos mais importantes deste contexto, uma vez que tanto a quantidade como a qualidade dos óvulos vão se tornando cada vez menores com o passar dos anos.

A receptividade do endométrio e qualidade do embrião produzido são outros fatores considerados determinantes para que as chances de sucesso da FIV sejam maiores. Além disso, a saúde geral da mulher contribui para um resultado positivo, já que o equilíbrio hormonal e a qualidade dos gametas estão diretamente associados à fertilidade.

Nesse sentido, algumas formas de melhorar as chances de sucesso da fertilização in vitro incluem:

  • Redução ou suspensão do consumo de álcool;
  • Eliminação do tabagismo;
  • Hábitos de vida saudáveis, como a prática regular de exercícios físicos e a adoção de uma dieta equilibrada;
  • Redução do estresse e da ansiedade.

O que fazer caso a FIV não tenha sucesso?

Como foi dito, a fertilização in vitro tem uma chance de sucesso bastante variável, e não é possível garantir a gestação logo na primeira tentativa da FIV. Na realidade, há muitas chances de o casal precisar passar por mais de um ciclo de fertilização até que o tão sonhado resultado positivo apareça.

Embora este processo possa ser muito frustrante, é importante não desanimar ou desistir se o casal não conseguir engravidar no primeiro ciclo. Vale lembrar que o funcionamento do corpo é particular e individual, sendo natural que os organismos interajam de maneira diferente ao procedimento e tenham tempos diferentes para responder ao tratamento de fertilidade.

Apenas um especialista em reprodução humana pode avaliar cada caso e apontar se a fertilização in vitro é o procedimento mais adequado para o casal que apresenta dificuldades de concepção natural. Caso você esteja há mais de um ano tentando engravidar, entre em contato com a Mater Prime e agende uma consulta para saber mais sobre a FIV e entender se esta pode ser a solução para sua família.

Fontes:

Clínica de Reprodução Humana Mater Prime;

Sociedade Brasileira de Reprodução Assistida (SBRA).

Desde 2012 ajudando pessoas a realizarem o sonho de gerar uma vida e formar uma família, a Mater Prime é uma clínica de reprodução humana que preza pelo atendimento humanizado e personalizado. Para isso, nosso espaço conta com uma estrutura completa e acolhedora, além de equipe especializada para tratar problemas de infertilidade.

Posts Recentes

Categorias

Inscreva-se na nossa newsletter

Receba novidades e dicas