Fale conosco pelo WhatsApp

Quando o corrimento marrom pode ser gravidez?

Mulher com mão no abdômen

Corrimento marrom pode ser indicativo de gravidez, mas as mulheres devem ficar atentas às particularidades desse sinal e não o confundir com outros tipos de secreção vaginal.

Mulher com mão no abdômen
Imagem: Shutterstock

Uma dúvida comum que pode acometer mesmo mulheres que já passaram por uma gestação é se o corrimento marrom é um indicativo de gravidez ou não.

Esse questionamento é comum porque sim, o corrimento marrom pode ser um sinal de gravidez (esse processo é denominado de nidação), mas nem todas as mulheres passam por esse sintoma. Além disso, outros tipos de secreção podem confundir, portanto, é preciso esclarecer quanto aos diferentes corrimentos vaginais.

Saiba a seguir todas as particularidades do tema com informações cedidas pela equipe de ginecologistas obstetras e especialistas em reprodução humana da Mater Prime.

Como diferenciar os tipos de corrimento vaginal?

Muitas mulheres apresentam diferentes tipos de corrimento e secreção vaginal. Um primeiro aspecto a ser considerado é que esse pode ser um indício de anormalidade, como infecções íntimas. Nesses casos é comum que o corrimento seja persistente, tenha odor forte e cause coceira ou ardor.

Se esses sinais forem identificados é importante buscar auxílio médico de um ginecologista para diagnóstico e tratamento.

Existem outros tipos de secreção que são comuns mesmo no organismo saudável, como sangramento de ovulação, início da menstruação ou devido à indução por pílula do dia seguinte.

Em outras situações, eles são indicativos de que algo está errado no organismo, podendo ser sinal de escape por baixa hormonal, síndrome de ovários policísticos, doença inflamatória pélvica (DIP) e outras condições.

O corrimento marrom relacionado à gravidez por sua vez apresenta uma coloração que pode sim ser amarronzada, mas em alguns casos é mais rosada. Outro aspecto importante é que ele não tem cheiro ruim e nem causa desconforto na vagina.

Esse tipo de corrimento é causado pela nidação, que será explicada a seguir, e tem duração de até três dias. Caso o corrimento seja persistente, outra condição deve ser associada e exige investigação médica especializada.

O que é o corrimento do início da gravidez?

Um aspecto importante é entender que o corrimento marrom que pode acontecer no início da gravidez é normal. Nem todas as gestantes apresentam esse sintoma, mas as que o manifestam não precisam ficar preocupadas.

A secreção é resultante do processo de nidação. Para entendê-lo, vamos retomar o processo de fecundação.

A fecundação ocorre nas Trompas de Falópio, quando o óvulo e espermatozoide se encontram. Com isso ocorre a fecundação dando origem ao zigoto que começa a apresentar a divisão celular 30 horas após a fecundação.

Entre 72 e 84 horas após a fecundação, o material genético dos pais transforma-se em uma mórula que, após cerca de cinco dias, desenvolve-se em um blastocisto. Nesse processo, o embrião desceu das trompas para o útero e, como blastocisto, vai se implantar na parede de endométrio que reveste o útero.

A nidação consiste exatamente nesse processo de fixação do blastocisto na parede endometrial, podendo causar uma leve descamação na camada endometrial que é expelida pelo organismo como um corrimento marrom. Em geral, esse corrimento acontece entre seis e sete dias após a fecundação.

Esse processo de fixação do embrião na parede uterina ocorre em todas as gestações, seja a ocorrida de forma natural ou as decorrentes de tratamentos de reprodução humana. Mesmo mulheres que não apresentam o corrimento marrom indicativo da gravidez também passaram pela nidação.

É justamente essa oscilação entre mulheres que apresentam o corrimento da nidação e outras que não apresentam que gera a dúvida quanto a ser uma ocorrência normal e saudável.

Além do corrimento marrom resultante da nidação é importante que a paciente observe outros sintomas relacionados à gestação, como:

  • Inchaço abdominal e cólicas leves;
  • Cansaço e sono excessivo;
  • Sensibilidade nos seios e escurecimento das aréolas;
  • Sensibilidade a odores e mudança no paladar;
  • Variações de humor sem motivação aparente;
  • Enjoos e vômitos;
  • Atraso menstrual.

Caso identifique o corrimento marrom ou alguns desses sintomas, é importante fazer um exame laboratorial para confirmação da gravidez e dar início ao pré-natal que é fundamental à saúde materna e fetal. Quer saber mais sobre a gestação e cuidados específicos dessa fase? Confira algumas dicas alimentares aqui!

Fontes:

Clínica de Reprodução Humana Mater Prime;

Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia (FEBRASGO).

Desde 2012 ajudando pessoas a realizarem o sonho de gerar uma vida e formar uma família, a Mater Prime é uma clínica de reprodução humana que preza pelo atendimento humanizado e personalizado. Para isso, nosso espaço conta com uma estrutura completa e acolhedora, além de equipe especializada para tratar problemas de infertilidade.

Posts Recentes

Categorias

Inscreva-se na nossa newsletter

Receba novidades e dicas